Categoria: Beleza

A utilização da radiofrequência para acabar com a celulite, estrias e gordura localizada

A utilização da radiofrequência para acabar com a celulite, estrias e gordura localizada

Os pneuzinhos, estrias e os furos na pele detonam com a autoestima das mulheres, mas a boa notícia é que o mercado da estética está em constante evolução para lançar inovações que ajudam a combater e até mesmo eliminar esses problemas.
Uma dessas inovações é a radiofrequência, que promove um efeito imediato e outro tardio: primeiramente a radiofrequência vai causar a contração das fibras de colágeno e elastina, gerando um efeito “lifting” e entre 14 a 21 dias após a aplicação, vai acontecer a neocolagênase, que é uma estimulação do fibroblasto para maior produção de colágeno e assim formar novas fibras, melhorando o aspecto da pele. Como resultado, há uma pele mais hidratada, e mais firme.

Saiba mais: Estrifree estrias

Como é feito o procedimento?
O aparelho de radiofrequência eleva a temperatura da pele, que pode chegar até 42 graus, entretanto, não é possível ver ao olho nu essas alterações na pele no momento do procedimento, mas o calor é sentido, pois serve para contrair o colágeno e aumentar a produção de fibras que dão maior sustentação a pele.
O aumento da temperatura também serve para romper as membranas das células de gordura fazendo com que sejam eliminadas pelo corpo.
Os resultados do tratamento podem ser vistos logo após a primeira sessão, mas os resultados são progressivos, quanto mais sessões forem feitas, melhores serão os resultados. A indicação do número de sessões é dada pelo profissional responsável.

Contra indicações
Essa técnica não é indicada para grávidas, portadores de câncer, doenças circulatórias e problemas com coagulação. Além disso, usuárias de implantes metálicos, inclusive o DIU devem falar com o médico antes do tratamento.

A empresa HS Med, especialista na comercialização de aparelhos de estética e fisioterapia, salienta que o equipamento deve ser manipulado por profissionais treinados. É importante que o consumidor se interesse em saber quem fará o procedimento e qual é a marca do aparelho que será usado, pois a radiofrequência pode causar queimaduras na pele, caso o tratamento for mal administrado. É recomendável sempre conferir se o equipamento utilizado possui registro na Anvisa.

Resultados duradouros
A radiofrequência pode diminuir a gordura localizada, estrias e celulite, entretanto, os resultados podem variar de pessoa para pessoa, vai depender do tamanho da área a ser tratada e dos esforços aplicados pelo paciente como alimentação saudável e atividade física.

O fato é que o tratamento com aparelhos de radiofrequência mostrou resultados animadores e duradouros. As mulheres que submetem ao procedimento reduzem em média 4 centímetros nas medidas por sessão, ou seja a gordura localizada é eliminada, enquanto que a celulite e as estrias apresentam uma melhora depois de 2 meses de tratamento.

Óleo corporal ou creme hidratante?

Óleo corporal ou creme hidratante?

Será que o óleo corporal é a solução para o ressecamento intenso? Confira!

Eu, você, a sereia da novela e a it-girl do Instagram, todas temos preguiça de passar hidratante quando o tempo esfria. Acontece que esse pecadinho pode se virar contra a beleza da sua pele, fazendo com que você sofra com esbranquiçamento, ressecamento, coceira… Essa, acredite, é a terceira maior preocupação das mulheres brasileiras em relação ao corpo! Quer menos aspereza e mais luminosidade? Continue lendo.

VEJA MAIS
Como passar óleo e hidratante corporal
O hidratante perfeito para a sua pele do corpo
Produtos para salvar a pele ressecada

As vantagens de cada um
“O óleo corporal forma uma película protetora sobre a pele que retém a umidade natural, evitando assim o seu ressecamento da mesma”, explica Denise Lage, dermatologista. Dessa forma, a hidratação ocorre de maneira oclusiva!

Já os cremes hidratantes agem principalmente de duas maneiras: com ação emoliente e umectante. “Umectantes são substâncias como óleos ou lipídios, ou seja, diminuem a perda de água. Já os emolientes contêm ativos que de fato atraem água para a pele, tais como ureia, glicerina e propilenoglicol, d-pantenol e ácido hialurônico”, fala a médica.

Leia também: Óleo de Argan é bom

Óleo pode substituir o creme hidratante?
“Não! O óleo só impede a perda de água e, portanto, não hidrata verdadeiramente a pele. O hidratante é imprescindível para tratar o ressecamento da pele”, ensina Denise.

Só o hidratante é capaz de hidratar
“O bom hidratante tem a capacidade de impedir a perda de água, assim como os óleos, mas também tem a propriedade de atingir as camadas mais profundas da pele e conseguir o que chamamos de “hidratação” de verdade”, fala Denise. Vale lembrar que é imprescindível a hidratação de dentro para fora, ou seja, ingerir pelo menos 2 litros de líquido ao dia.

E se der preguiça de hidratar?
Passar o óleo todo dia no banho e o hidratante dia sim, dia não, nesses dias mais frios, pode ser uma alternativa para quem não tem a pele ressecada. “O óleo de banho forma um filme na pele, ou seja, tem um papel oclusivo, evitando assim que a pele perca água. Já o creme hidratante, mesmo que em dias alternados, devolve a hidratação que a pele necessita”, finaliza Denise.

Máscaras faciais – 5 receitas para fazer em casa!

Máscaras faciais – 5 receitas para fazer em casa!

DROGARIA LIVIERO COMENTÁRIOS: AGENDADO RD, ARTIGOS

TEMPO DE LEITURA: 3 MINUTOS

Máscaras faciais – 5 receitas para fazer em casa!

Máscaras faciais – Que o rosto é uma região extremamente sensível, e que precisa de cuidados especiais, não há dúvidas. Mas e quanto às formas de cuidar dele? Você sabe como pode manter sua pele sempre saudável e hidratada? A máscara facial caseira é uma boa opção e pode ser feita em casa, o que é ideal para quem tem uma rotina agitada e gosta de aproveitar os benefícios dos produtos naturais.

Leia também: Máscara Preta funciona

5 receitas de máscaras faciais para fazer em casa!

Continue acompanhando o post e conheça 5 receitas de máscaras faciais para fazer em casa!

1. Máscara de mel, iogurte e limão
Pele oleosa, seca ou mista: não importa! Essa máscara é indicada para todos os tipos de pele e leva os seguintes ingredientes:

3 colheres de mel,
½ xícara de iogurte natural;
5 gotas de limão.
Para preparar, basta misturar todos os ingredientes em um recipiente e aplicar sobre a pele, deixando cerca de 20 minutos.

O processo pode ser repetido duas vezes por semana e tem como resultado uma pele mais jovem. Enquanto o mel dá brilho e hidrata, o iogurte remove as células mortas e o limão reduz manchas e cicatrizes, além de uniformizar o tom da pele.

Uma modificação possível nessa receita é a adição de duas colheres de aveia à mistura, fazendo com que ela se torne uma máscara esfoliante, ideal para limpar a pele.

2. Máscara de aveia
A aveia tem propriedades que beneficiam especialmente peles sensíveis e ressecadas, já que hidrata e cria uma barreira de proteção que impede o ressecamento. Para uma máscara de aveia caseira, basta bater no liquidificador meia xícara de aveia e acrescentar mel, leite (ou limão, no caso de peles oleosas) e duas gotas de óleo essencial de gerânio ou de camomila.

Após misturar todos os ingredientes, a aplicação deve ser feita utilizando os dedos, sempre com movimentos circulares. Depois de 15 minutos, deve-se remover a máscara com água morna.

3. Máscara facial caseira de pepino
O pepino é um dos ingredientes mais lembrados quando o assunto é hidratação facial caseira! Em cenas de filmes e novelas, é comum o uso de fatias de pepino na região dos olhos.

Além de amenizar as olheiras, ele é também diurético, ajudando na regeneração celular. Os nutrientes do pepino ajudam na remoção de cravos, na cicatrização e deixam a pele mais firme, relaxada, calma e hidratada. São muitos benefícios em um só ingrediente!

Comece separando duas fatias para colocar na região dos olhos. O restante deve ser descascado e triturado até chegar à consistência de pasta. Feito isso, basta deixar agindo no rosto por 15 minutos e remover com água fria para ter uma pele fresquinha e hidratada!

4. Máscara de rosas para uma pele lisinha
Isso mesmo, rosas! Essa flor tão admirada pela beleza também é repleta de benefícios para o rosto. Basta esmagar cerca de cinco pétalas de rosas fresquinhas até formar uma pasta/liga. Pode deixar agindo no rosto em média 15 minutos, enxaguando logo após com água fria.

5. Máscara estimulante
Estimular a produção de células novas do rosto é tão importante quanto a esfoliação, que retira as células mortas. Sendo assim, após utilizar máscaras esfoliantes é sempre importante uma máscara que desempenhe tal papel.

Felizmente, essa é mais uma máscara que pode ser feita em casa. Para produzi-la será preciso:

1 colher (sopa) de mel;
1 colher (sopa) de água mineral;
1 colher (sopa) de leite ou de iogurte;
Misture todos os ingredientes e aplique no rosto com um algodão, deixando agir por uns 15 minutos. A remoção deve ser feita com água fria!

Optar pela máscara facial caseira é mais que uma forma de aproveitar os benefícios que os ingredientes naturais oferecem: é também um meio de conseguir manter os cuidados da pele mesmo diante de uma rotina agitada. Afinal, muitas vezes, o tempo é curto para procurar estabelecimentos para realizar tais procedimentos.

11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável

11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável

Como você deve saber, muitos os fatores que influenciam o aspecto de nossa pele, tais como a idade, o clima, o estresse, entre outros. Para evitar os problemas, o ideal é começar a cuidar dela o quanto antes. Mas para isso você não precisa comprar cremes super caros. É possível fazer máscaras caseiras com apenas 2 ingredientes.

Confira alguns exemplos, aplique hoje mesmo e perceba como a sua pele vai ficar mais bonita e muito mais saudável.

11. Tomate + Bicarbonato de sódio
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O ideal é usar tomates frescos. Essa máscara contém muitas vitaminas, como a vitamina B9, que ajuda a eliminar a acne, a vitamina A, que combate a secura da pele, a vitamina K, que ajuda a remover a pigmentação excessiva, a vitamina H e o zinco, que ajudam a regenerar as células. Além disso, o potássio presente no tomate a deixa mais hidratada e o cálcio a torna mais macia.

Leia também: Máscara de pepino funciona

Exprema um tomate
Misture com duas colheres de bicarbonato de sódio
Aplique no rosto e deixe durante 10 minutos
Lave o rosto.
10. Abacate + Mel
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O abacate contém potássio, cálcio, sódio, fósforo, cobre, ferro, magnésio, zinco e vitamina E. Em combinação com o mel, ele pode nutrir a pele e deixá-la mais elástica.

Receita:

Amasse 1 abacate maduro
Misture com uma colher de mel
Aplique no rosto e deixe durante 15 minutos
Enxágue com muita água.
9. Farinha + Suco de batata
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

Para conseguir uma pele radiante, misture farinha com suco de batata. A farinha funciona como um esfoliante, enquanto que o suco de batata ajuda a eliminar os cravos e dá mais brilho à pele.

Receita:

Misture o suco de batata com 6 colheres de farinha
Massageie suavemente a pele com a mistura
Deixe sobre a pele durante 15 minutos
Enxágue com água.
8. Pepino + Curcuma
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

Cosméticos à base de pepino são sempre uma boa pedida, já que a sua umidade é sempre bem absorvida pela pele. Além disso, o pepino tem propriedades adstringentes, deixando os poros menos visíveis. A curcuma é um antisséptico natural e ajuda a rejuvenescer a pele.

Receita:

Bata um pepino
Acrescente uma colher de curcuma e misture bem
Aplique sobre a pele e deixe durante 10-15 minutos
Enxágue com água limpa.
7. Suco de limão + Mamão
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O mamão é um poderoso antioxidante, principalmente pela grande quantidade de vitamina A presente. Além disso, ajuda a eliminar as células mortas da pele. O efeito rejuvenescedor é consequência da grande quantidade de alfa hidroxiácidos (AHA). O suco de limão combate as manchas escuras na pele e a deixa mais macia e brilhante.

Receita:

Misture uma colher de mamão amassado com 4 gotas de limão
Aplique no rosto e deixe durante 10-12 minutos
Lave o rosto com água fria.
Mas não se esqueça de que o limão, em contato com o sol, pode provocar queimaduras. Por isso, lave bem o rosto após o processo.

6. Chá verde + Aloe Vera
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O chá verde e as vitaminas C, PP, K, e B ajudam a rejuvenescer a pele. A ale vera (babosa) ajuda a combater a acne, elimina as rugas e dá mais brilho à pele.

Receita:

Misture uma colher de chá verde com uma colher de gel de aloe vera
Aplique na pele e deixe durante 30 minutos
Enxágue com água fria.
5. Óleo de coco + Pó de cacau
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

Uma máscara de cacau é uma excelente opção para prolongar a juventude da pele, principalmente por causa da vitamina B5. A teobromina e a teofilina de sua composição ajudam a dar um efeito lifting. Em combinação com o óleo de coco, esta máscara nutre e hidrata a pele, além de agir como um esfoliante para eliminar as partículas mortas.

Receita:

Misture uma colher de cacau em pó (não use achocolatado!) com uma colher de óleo de coco
Aplique na pele e deixe por 20 minutos
Lave o rosto com água morna ou limpe-a com chá de camomila frio.
4. Pão + Leite
11 Máscaras faciais com apenas 2 ingredientes para uma pele impecável
© Depositphotos.com © Depositphotos.com

O pão contém aminoácidos, vitaminas do grupo B e minerais. As máscaras feitas com pão e leite ajudam a suavizar as rugas, a eliminar as espinhas e ajudam a curar inflamações.

Receita:

Misture uma colher de pão com uma colher de leite morno.
Faça um purê amassando com um garfo
Aplique a máscara no rosto e deixe durante 15 minutos
Enxágue com água limpa.

Qual é a melhor maneira de repor o colágeno para uma pele linda?

Entenda como fazer o organismo continuar produzindo essa proteína quando começamos a envelhecer

O colágeno é uma proteína superimportante pra manter a pele firme e, claro, linda! Isso porque a principal função do colágeno (que representa cerca de 25% de toda a proteína do nosso corpo) é manter as células firmes e unidas, dando sustentação à pele, além de deixar os cabelos e as unhas mais firmes, ajudar no funcionamento do intestino e manter a hidratação da pele.

Desde que nascemos, nosso organismo produz o colágeno que necessitamos, com a ajuda de uma alimentação balanceada, obviamente. Mas conforme a gente envelhece, o corpo vai perdendo a capacidade de fabricar colágeno. Depois dos 50 anos, por exemplo, o organismo fabrica apenas 35% da quantidade que necessitamos. Por isso que envelhecemos e a pele vai perdendo a sustentação, o cabelo fica mais fraco e por aí vai.

É possível reverter o quadro?
Fazer com que seu corpo produza o colágeno que produzia aos 20 anos é impossível, alguns efeitos do tempo são complicados de reverter completamente – o que é natural.

Leia também: Nutren Beauty

Mas com o avanço da indústria farmacêutica e da medicina estética, há inúmeras opções de medicamentos e tratamentos que fazem com que sua pele produza mais colágeno e sua aparência fique rejuvenescida. Veja quais são:

Tratamentos estéticos
Peelings, lasers e cia. ajudam a pele a fabricar mais colágeno nas áreas tratadas e assim você consegue ganhar uma pele mais bonita em pouco tempo. Você pode combater rugas, estrias, manchas e celulite quando a pele produz mais colágeno e se rejuvenesce.

Leia também: Skin renov Anvisa

Pergunte ao seu dermatologista: afinal, há várias opções de tratamentos e seu médico ainda pode combinar mais de uma opção para que o efeito seja mais poderoso.

Os suplementos de colágeno
Há opções de diversas marcas e nos mais diferentes formatos para que você acrescente o colágeno à sua alimentação: em pó, barras, cápsulas, injeções ou até em forma de shake, mas não adianta muito tomar por conta própria.

O que é certo é que ainda existem poucos estudos sobre o benefício do suplemento de colágeno, por isso o ideal é que o suplemento seja indicado por seu nutricionista, depois de avaliar como é sua alimentação e sua rotina. É fato que quanto melhor for a sua alimentação e seus hábitos diários, mais fácil será a absorção do colágeno.

Por exemplo, alguns fatores influenciam bastante este processo de reposição: presença de vitamina C e D na alimentação, beber bastante água, além de fazer atividade física e se expor ao sol com moderação e com os cuidados certos (leia-se: muito protetor solar e fugir do sol no horário mais crítico, das 10h às 16h).

A melhor opção: o colágeno hidrolisado é um dos mais indicados, pois é mais facilmente absorvido pelo sistema gastrointestinal.

Nunca tome colágeno por conta própria
Isso mesmo! Ir à farmácia e comprar sozinha não é uma boa opção, pois o consumo de suplemento pode ter efeitos colaterais, ainda mais se você possui alguma restrição alimentar, já que os produtos disponíveis em farmácias são feitos a partir do colágeno de bovinos e suínos.

O ideal é que você tome o suplemento com prescrição médica, só assim você terá a certeza de que ele vai fazer o efeito que você deseja. Um nutricionista pode lhe receitar também uma receita manipulada, mais específica às suas necessidades. Por isso é tão importante a consulta.

Afinal, não adianta nada se automedicar sem garantias do efeito desejado ou, pior ainda, sofrer com algum efeito colateral. Uma coisa é certa, por mais que você se informe sobre o assunto, precisa de um médico pra ter certeza de que não fará a escolha errada, esse profissional ainda avalia todos os seus hábitos pra poder indicar o tratamento mais preciso. Não dá pra brincar com sua saúde, concorda?

AS VANTAGENS DA BABOSA PARA SEU CABELO E BARBA

Com um uso versátil, a aloe vera tem muito para você. Descubra!

Você pode ter achado o nome meio esquisito, mas a babosa é apenas um dos vários nomes dessa planta quase milagrosa. Também conhecido como Caraguatá, Erva de Babosa, ou o mais conhecido – Aloe Vera -, essa planta já tem usos medicinais e cosméticos há mais de 5000 anos! E ainda assim, tem quem não a leve com seriedade…

A babosa tem uma história antiga, e cheia de benefícios para os cuidados como um todo. É preciso uma boa dose de cautela com ela, pois há riscos tanto qualquer outro alimento. E sim, elas também possuem excelentes vantagens para os cabelos. Para barba? É o que vamos descobrir. Na verdade, vamos descobrir tudo o que for necessário sobre ela.

O que é a Babosa, afinal de contas?

Compartilhar
A Babosa é uma planta pertencente à família das aloe. Apesar de ser também conhecida como aloe vera, esse é na verdade seu nome científico: a família das aloe, são conhecidas por serem espécies que precisam de pouca água, que crescem em terrenos quase áridos, e possuem por elas próprias uma boa quantidade de líquido. A maior parte de suas espécies tem origem no norte e nordeste da África.

Mas diferente dos cactos, seus líquidos não são necessariamente água, contando com uma composição própria, até venenosa em alguns casos. A babosa tem esse nome justamente por isso: o líquido que ela solta ao ser cortada é viscoso, bem parecido com muco, mas não tão nojento.

É graças a esse líquido que ela é tão apreciada dentro da medicina e da estética, mas já chegamos nessa parte. A Babosa pode ser cultivada em locais quentes, e precisa de pouca água. Porém, é igualmente importante que tenha ao menos um pouco de sombra, para que ela não desidrate.

Os registros históricos no uso da Babosa datam de mais de 5.000 anos. Tem quem diga que elas seriam uma das fórmulas para parte da beleza de Cleópatra – que se você pesquisar bem, vai descobrir que ela não era bem aquela atriz dos anos 60 que todos nos lembramos…

Enfim, o fato é que a planta realmente ajuda muito o nosso organismo de várias formas. Vejamos alguns de seus efeitos.

Os benefícios para o corpo

Compartilhar
Um dos motivos da Aloe Vera ser bem valorizada é o seu cultivo relativamente acessível. Mas sua fama, de verdade, vem dos recursos que ela tem para os mais variados aspectos da saúde. Além de tratar doenças, ela também é muito bem aplicada nos meios médicos.

Só para você ter uma ideia do quanto a babosa é útil para a saúde. vejamos algumas das aplicações mais comuns como medicamento.

Calmante
Cicatrizante
Anti-Inflamatório
Antitérmico
Anestésico
Desintoxicante
Imunomodulador
Bizarro, não é? É bom ressaltar que esses efeitos não vem todos de uma vez, em um uso único. Os usos mais comuns da babosa é tanto como suco, como gel, cada um com suas aplicações para efeitos específicos. O gel de aloe vera, por exemplo, é ótimo para tratar queimaduras e tratar alguns problemas de pele, como psoríase.

Leia também: Babosa para o cabelo

Já o suco de aloe vera é uma excelente opção para problemas gastrointestinais. Contudo, assim como qualquer planta, seu uso deve ser comedido e até bem direcionado por médicos. A razão é a seguinte: entre as componentes presentes na aloe vera, está a aloína. Trata-se de um princípio ativo que, quando consumido em excesso, pode causar um sério efeito laxante.

Não é a toa que boa parte dos medicamentos feitos a base de babosa passam por testes de verificação, para que a aloína seja retirada. E diferente do que pode imaginar, a falta dela não vai causar a perda de outros benefícios.

Como ela é utilizada nos cabelos

Compartilhar
Existem duas formas simples de se utilizar a babosa nos cabelos: ou na forma de gel, ou como ingrediente de outras composições para os cabelos. O gel, por si só, é muito comum na hidratação dos cabelos, enquanto sua mistura a outros produtos – essencialmente cremes e condicionadores – é mais comum para a recuperação de fios.

Para os cabelos, a babosa consegue trazer alguns dos seguintes benefícios.

Faz uma limpeza profunda no couro cabeludo
Hidrata profundamente, o que é ótimo para cabelos secos
Ajuda nos tratamentos de caspa e queda de cabelo
Fortalece os cabelos e estimula seu crescimento.
Não custa lembrar que, antes de fazer qualquer tratamento com base em babosa, é bom que os barbudos vão a um dermatologista para buscar o direcionamento adequado. Garantir que não vai sofrer nenhum tipo de efeito colateral é essencial nesses casos.

É possível usar Aloe Vera na Barba?

Compartilhar

Diretamente, não é muito prático. A babosa não adere tão bem na pele do rosto como costuma ser nos outros usos estéticos. Mas isso não significa que eles não possuem utilidade para os pelos faciais. Os mesmos efeitos que a aloe vera causa no couro cabelo, causa nos bulbos capilares da barba.

A melhor forma de usar a aloe vera na barba é através de produtos específicos que a contenham em sua fórmula. Nesse ponto, os barbudos brasileiros são muito, muito sortudos. Boa parte das marcas brasileiras trabalham com a babosa nas composições de seus produtos, que também possui outras substâncias naturais.

Marcas como Sobrebarba e Beard Brotherhood possuem babosa nas suas fórmulas de shampoo e balm para barba, valendo muito a pena o investimento para quem busca cuidar da barba com essa planta tão versátil.

Os efeitos colaterais da Babosa

Compartilhar
O efeito laxante mencionado anteriormente não é o único efeito colateral de quem usa a babosa de forma exagerada. É bom ficar atento com eles, para não sofrer as consequências de forma inesperada.

Eis alguns dos efeitos nocivos da babosa no organismo.

Reações alérgicas
Desequilíbrio eletrólito devido ao efeito laxante
Diminui o nível de açúcar no sangue
Desidratação
Esses efeitos são mais comuns quando a aloe vera é ingerida oralmente, como um suco, por exemplo. A aplicação em forma de gel não traz esses perigos de forma direto, exceto pelas reações alérgicas. Consulte o médico antes, para ficar tranquilo.

COLÁGENO E SEUS DIFERENTES TIPOS

COLÁGENO E SEUS DIFERENTES TIPOS

– Cia da Saúde Piçarras –
Os benefícios do uso de colágeno já são bem conhecidos, mas o que ainda surgem são dúvidas relativas aos tipos de colágenos.

Entenda a diferença entre eles:

⇒ Colágeno tipo I: é o mais comum, pode ser apenas hidrolisado ou estar na forma de peptídeos de colágeno. Esse tipo de colágeno está presente em várias partes do nosso organismo, como nos ossos, tendões e pele.

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Leia também: Skin renov bula

⇒ Colágeno hidrolisado: passa por um processo de hidrólise (quebra), para formar partículas menores e ser absorvido mais facilmente e melhor aproveitado pelo organismo.

⇒ Peptídeos de colágeno: passa também por um processo de hidrólise, porém, as partículas são quebradas de forma controlada e de tamanhos idênticos, o que resulta em uma alta absorção pelo organismo, pois as partículas não concorrem entre si. Atualmente existem duas patentes que o produzem presentes no mercado, Peptan® e Verisol®.

⇒ Colágeno tipo II: presente na cartilagem, ajuda a promover um maior conforto, mobilidade e flexibilidade das articulações. Esse colágeno ajuda a prevenir o processo inflamatório das articulações, fazendo com que a cartilagem possa ser reconstituída.
Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1